Pimenta emagrece? Entenda os benefícios para a boa forma!

Compartilhe!

Pimenta emagrece

Que a pimenta oferece diversos benefícios à saúde, a gente já sabe. Mas será que ela realmente auxilia no processo de emagrecimento?

Hoje em dia, é possível ver inúmeros produtos e dietas disponíveis no mercado que utilizam a pimenta como seu principal componente. Nesse sentido, queremos te ajudar com este artigo a entender se a pimenta é realmente capaz de oferecer esse benefício para as pessoas. Por isso, não deixe de ler este artigo para saber mais!

Veja também – Pimenta Branca: origem e benefícios da especiaria

Aqui estão alguns tópicos que estarão presentes nesse post, com a intenção de te ajudar entender melhor sobre esse assunto:

  • Saiba o que são os alimentos termogênicos
  • Quais pimentas oferecem auxiliam no emagrecimento
  • Como elas podem ser consumidas
  • Entenda como você pode inserir na sua alimentação
  • Existe algum tipo de restrição para o consumo das pimentas?

Entenda o poder dos alimentos termogênicos

A pimenta é um dos muitos alimentos termogênicos existentes, como é o caso também do gengibre, canela, café, chá verde, entre outros. Eles ajudam na redução de peso por aumentarem a temperatura do nosso corpo e, dessa forma, acelerando o metabolismo.

Na prática, isso significa que o nosso organismo tem mais dificuldade de digerir esse tipo de alimento, fazendo com ele tenha que trabalhar mais para conseguir gastar mais energia e, consequentemente, queimando mais gorduras.

E por ter efeitos tão benéficos à saúde, a pimenta é um termogênico que tem ganhado cada vez mais espaço na alimentação de quem deseja perder peso. Mas, como você já sabe, ela possui um efeito positivo quando associada a hábitos de vida saudável.

Quais pimentas ajudam a emagrecer?

De um modo geral, todas as pimentas oferecem um auxílio na questão do emagrecimento. Porém, existem alguns tipos que fornecem uma redução de peso ainda maior, que é o caso dos grupos que obtêm uma concentração mais elevada de capsaicina- um tipo de capsaicinóide – , uma substância encontrada na pimenta responsável pela sensação de ardência. Ou seja, quanto mais picantes os condimentos, maiores serão os níveis dessas substâncias. Veja algumas pimentas que estão nesse grupo:

  • Dedo-de-moça;
  • Biquinho;
  • Jalapeño;
  • Malagueta;
  • Pimenta de cheiro.

Como consumir?

Se você deseja perder peso, o ideal é consumir a pimenta de forma natural, como forma de condimento, em grãos, triturada ou moída, entre outros, podendo ser adicionada à alimentação diariamente.

Mas existem opções no mercado em formato de suplementos e até mesmo cápsulas que têm as substâncias encontradas na pimenta em sua composição e que visam não só auxiliar na redução de peso, mas também melhorar o desempenho físico de atletas, de acordo com pesquisas recentes.

Veja também – Pimenta Rosa: benefícios para a saúde e como consumir

Vale lembrar que, quando falamos de resultados eficientes de perda peso, o ideal é consumir a pimenta de forma natural ou por meio de suplementos, sempre moderadamente, a fim de obter resultados positivos e, também, de evitar problemas de saúde em relação ao consumo exagerado desses produtos.

Se sua ideia é inserir a pimenta na alimentação, é possível começar utilizando quantidades menores em suas preparações diárias, como temperos de saladas ou em forma de condimentos para realçar o sabor dos alimentos. Você pode aumentar seu consumo de forma gradual e variar os tipos de pimenta conforme for se adaptando.

A pimenta pode ser utilizada desde a preparação de carnes, marinadas e até mesmo em doces. O importante é manter um equilíbrio em seu preparo, pois, embora ela seja bastante benéfica à saúde, existem pessoas que possuem uma tolerância maior ou menor ao aspecto picante das pimentas.

O consumo em excesso tanto da pimenta quanto de outros alimentos pode ser prejudicial à saúde.

Veja como obter resultados mais eficientes

Embora a pimenta seja, de fato, de grande auxílio no processo de emagrecimento, seu consumo precisa ser feito em conjunto com alimentos saudáveis. Afinal, para ter o resultado desejado, não basta apenas inserir pimentas em sua comida.

Tenha em mente que a perda de peso é um processo que deve estar relacionado à diversas vertentes, como um cardápio mais saudável e a prática de atividades físicas em conjunto com as pimentas e alimentos termogênicos.

Até porque não adianta apenas inserir pimentas em seus alimentos e continuar mantendo hábitos sedentários, não é mesmo? Se sua intenção é perder peso, vale a pena começar a investir mais em você mesmo e, assim, garantir resultados mais eficientes, a curto prazo, que irão oferecer uma melhor qualidade de vida e, ainda, prevenir diversas doenças a longo prazo.

Efeitos colaterais e contraindicações

Para maioria das pessoas não existe uma restrição ao consumo de pimentas, pois, em geral, elas oferecem diversos benefícios à saúde e, como vimos, também auxilia na perda de peso.

No entanto, existem pessoas que já possuem determinadas doenças e, por isso, têm uma sensibilidade e um incômodo maior quando consomem pimenta, como hemorroidas e gastrites, por exemplo. Porém, isso não significa que uma pessoa saudável irá desenvolver essa doença por ter comido pimenta.

Veja também – Benefícios da pimenta: conheça os principais para a sua saúde

Vale a pena ressaltar que o consumo da pimenta precisa feito de modo equilibrado, evitando excessos, principalmente em casos como esses, em que já existem uma tolerância menor aos efeitos das substâncias presentes na pimenta.

Conclusão…

Como você pôde acompanhar ao longo desse artigo, a pimenta é um alimento termogênico muito eficiente para a redução de peso, quando a associado à práticas saudáveis de vida.

É possível inserir o condimento em diversas combinações de pratos ou consumir também suplementos que auxiliam nesse processo. Há inúmeros grupos de pimentas, mas, em geral, aquelas que possuem uma ardência maior são as que oferecem ainda mais benefícios, no sentido de emagrecer.

Assim, se o seu objetivo é perder peso, vale a pena integrar à sua rotina o consumo de pimentas. Mas evite exageros para ter resultados ainda melhores!

Gostou das informações que oferecemos nesse conteúdo? Então, não deixe de compartilhar essas dicas e comente também aqui na página suas opiniões relacionadas a esse assunto.


Compartilhe!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *