Pimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do Brasil

Compartilhe!

Hoje vamos falar da prima pobre das pimentas, a pimenta bode.

Pobre não porque deixa muito a desejar em relação as mais famosas, na verdade não deixa nada a desejar, mas por ser menos conhecida. Talvez o baixo ibope se deva ao seu aspecto que difere da aparência clássica da pimenta tradicional e de seu nome que pode gerar dúvidas.

No entanto seu sabor é magnífico e seu aspecto a torna muito apreciada no mercado de conservas.  E não é à toa começa a ser cada vez mais utilizada pelo país.

Em Goiás a pimenta bode é muito presente na culinária, sendo famosos alguns pratos típicos da região. O Estado é responsável por 60% da produção dessa pimenta em solo nacional.

Solo nacional que é o berço da pimenta de bode, uma pimenta genuinamente brasileira. Mas quais são as características dessa fruta ardida? Por que recebeu esse nome inusitado? É fácil de fazer a sua receita?

Saiba desses e de outros detalhes relacionados a pimenta bode a seguir.

Prossiga na leitura!

Pimenta bode: por que bode?

Alguns podem pensar que a pimenta em questão se trata de alguma parte do animal que se descobriu ser picante. Mas não é nada disso. O bode só entra com o nome nessa estória. Então porque foi lembrado na hora de nomear essa pimenta? Nome, entretanto, que não é a única denominação que recebe. Dependendo da região do Brasil a pimenta bode é chamada de pimenta-laranja, pimenta de cheiro ou pimenta de bode.

Mas vamos ao bode.

A pimenta recebeu esse nome por causa do cheiro que exala.

Cheira igual ao um bode?

Não, isso seria horrível, iria empestear a cozinha e a casa inteira e poucos se aventurariam a experimentá-la. A associação com o bode foi feita porque assim como o animal tem um odor característico, bem acentuado, essa pimenta também tem. No entanto, enquanto um não deixa boa lembrança, a pimenta já não causa desagrado.

Pimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma)

Dados sobre a pimenta bode

Como apontado acima, essa pimenta é uma planta nativa do Brasil. Pertence a família Capsicum chinense.

Há mais de um tipo verificável aqui no Brasil, a pimenta bode amarela, pimenta bode roxa e pimenta bode vermelha.

Essa pimenta é muito rica em Vitamina A e C, além de ter bastante cálcio e ferro.

É uma aliada na luta contra a balança e também é recorrida para se evitar o envelhecimento precoce.

Isto porque apresenta várias propriedades antioxidantes.

Não é considerada das mais picantes, pelo contrário, é vista como uma das mais leves, suaves. Por isso muito recorrida em receitas Brasil afora, especialmente no preparo de molhos, pois o risco é menor de exagerar na dose e propiciar uma refeição de fazer qualquer um “cuspir fogo”.

É interessante que não se associe muito a pimenta a culinária brasileira, como ocorre com a do México, por exemplo, porque é um item gastronômico tão presente quanto na culinária mexicana. Talvez pelo fato do tamanho continental do país que abriga diversas culturas dentro do mesmo território.

As folhas de sua planta apresentam um verde bem intenso, brilhante, e suas flores tem aspecto branco-esverdeado.

Os frutos da espécie Capsicum chinese são arredondados e achatados. Medem aproximadamente 2 cm.

A pimenteira chega atingir 120 cm.

É considerada ideal para o mercado de conservas por sua produção ser muito uniforme, apresentar e manter uma qualidade padrão, apresentar as mesmas características físicas, sem grande variação em formato e em cores.

Os tipos de pimenta bode

Se encontra com farta oferta no Brasil três tipos de pimenta bode. Uma das que mais chama atenção e a que faz mais sucesso em Goiás é a:

Pimenta bode amarela. Amarela?

Sim, amarela. E quem sabe seja uma explicação sobre o fato de ainda não ter decolado de vez no gosto do brasileiro. Como não se apresenta na cor em que a pimenta é universalmente conhecida, vermelha, isto talvez gere confusão na cabeça do consumidor.

É o tipo mais popular no Estado de Goiás e um dos motivos é do Estado ser o maior produtor de pimenta bode do país. Sendo responsável por 60% da produção do total no Brasil.

Sua aplicação na culinária vai desde arroz a biscoito de polvilho. Mas sendo mais famosa no baião de dois e no tutu de feijão.

 Bode roxo

Por ser rica em antocianina, esse tipo de pimenta bode tem aspecto roxo. Se assemelha muito a uma pitanga e seu sabor não é tão aguçado, não é tão picante como as tradicionais, considerada, por isso, suave.

Motivo que a faz ser usada para tempero de molhos, carne de porco e de peixes.

Bode vermelho

A pimenta bode vermelha é mais apimentada que suas irmãs, bem mais apimentada, e tem como outro diferencial o aroma penetrante, de impacto e extremamente frutado. Qualidades que também a faz ser indicada para o tempero de molhos. No entanto, tem que ser usada com parcimônia para não agredir muito o paladar.

É típica do nordeste do país, Recife mais especificamente, e é facilmente encontrada nessa região e no norte do Brasil.

Essa pimenteira mede de 60 a 90 cm, seu fruto antes de alcançar o vermelho intenso é verde e se parece muito com pimentão em ambas as fases.

Pimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma) é parecida com pimentão e originária do BrasilPimenta bode (ou adjuma)

Plantando pimenta bode

Para plantar a pimenta bode em vaso, o procedimento é o seguinte:

  • Coloque as sementes em um recipiente com matéria orgânica;
  • Plante-as de 2 a 3 centímetros na terra;
  • Aguarde a fase de germinação, que deverá durar 15 dias;
  • A planta alcançando a altura de 10 cm e apresentando ao menos quatro folhas, já se poderá fazer a mudança para o vaso;
  • Preencha o vaso com adubo com esterco de galinha ou húmus de minhoca;
  • Esse vaso deverá ter pelo menos 30 cm de profundidade;
  • O vaso precisa ficar em local que receba incidência de sol ao menos em um período do dia, manhã ou tarde;
  • Não encharque a terra, pois isso pode provocar o apodrecimento da raiz;
  • Entre 90 a 120 dias, pode chegar a fase da colheita.

Receita de pimenta bode

Para fazer uma conserva dessa pimenta precisará desses ingredientes:

  • Gengibre (pó);
  • Vinagre;
  • Noz-moscada (ralada);
  • pimenta bode (amarela):
  • Alecrim;
  • Alho.

Preparando a pimenta:

  • Faça uma esterilização do vidro a receber a conserva;
  • Lave as pimentas;
  • Seque-as;
  • Coloque-as no vidro, acrescente todos os ingredientes, mas deixe no final o vinagre.

Gostou deste conteúdo sobre pimenta bode?

Então curta, compartilhe, avalie.

Seu apoio faz a diferença.

Compartilhe!

Comments are closed.