Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!

Compartilhe!

Você sabe o que são pimentas nucleares? Por que são apelidadas assim? Nesse artigo você ficará por dentro de tudo o que envolve as pimentas mais fortes do mundo!

O que são pimentas nucleares?

Como o próprio nome sugere, as pimentas nucleares são como “explosivos” que levam aqueles que as experimentam a uma estado de euforia tamanho como se fosse um entorpecente. Ou seja, elas não muito, muito ardidas!

As pimentas nucleares ganharam esse apelido quando a sua pungência ultrapassa 1 milhão de unidades na escala Scoville. O que isso significa? A escala Scoville é um método utilizado para medir o grau de pungência das pimentas criado por Wilbur L. Scoville em 1912.

Originariamente, o método consistia em diluir uma determinada quantidade de pimenta previamente desidratada em álcool para retirar as capsaicinoides, que são as substancias responsáveis pela ardência das pimentas.

Após extraí-las, eram diluídas em uma solução de água com açúcar até que a sua ardência desaparecesse completamente. Assim, Scoville demonstrou que seriam necessárias 1.000 copos da solução de água com açúcar para aniquilar a ardência de 1 copo de pimenta.

Esse resultado corresponde a 1 unidade na escala Scoville. Agora, imagine neutralizar a pungência de uma pimenta com mais de 1 milhão de SHU (Scoville heat units)? Osso duro de roer!

O que faz uma pimenta ser mais ardida que a outra?

Você sabia que a pimenta é um tipo de fruta pertencente ao gênero Capsicum? E que todas elas, sem exceção, contêm capsaicina? Pois é! A capsaicina, juntamente com outras substâncias chamadas de capsaicinoides, é responsável pelo diferente grau de ardência das pimentas.

Além disso, o grau de pungência da pimenta também está relacionado com o solo onde é plantada, a exposição solar, a quantidade e a qualidade do fertilizante, seu processo de secagem, bem como a sua colheita. Só a título de curiosidade: você sabia que quanto mais frescas forem as pimentas, mais saboroso e ardido será o molho preparado com elas? É o caso do molho de pimenta sriracha, já experimentou?

Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares

Quais são as pimentas nucleares?

São consideradas pimentas nucleares aquelas que ultrapassam 1 milhão de unidades SHU. Quer saber quais são elas? Veja!

Carolina Reaper

Quem encabeça a lista das pimentas nucleares é a Carolina Reaper. Criada pelo cultivador de pimentas Ed Currie, da Carolina do Sul, EUA, Carolina Reaper é uma pimenta híbrida da espécie Capsicum chinense, de aparência considerada “delicada”, sua superfície é áspera, bem vermelha e brilhante!

Considerada a pimenta mais “bombástica” do mundo, Carolina Reaper atinge, em média, entre 1.569.300 e 2.200.000 milhões SHU!

Pimenta Trinidad Scorpion Moruga

Outra “belezinha bombástica” foi criada pelo fazendeiro Wahid Ogeer, a Trinidad Scorpion Moruga, na região de Moruga, Trinidad Tobago. Considerada a segunda pimenta mais ardida do mundo, a sua pungência pode atingir até 2.009. 231 SHD, ou seja, é fogo puro!

7 Pot Douglah

Também conhecida com 7 Pot Chocolate por ter a cor de chocolate quando madura, a 7 Pot Douglah é originária da região de Chaguanas, Trinidad Tobago e possui praticamente em todo seu interior uma membrana branca o que faz com que seja uma das mais pungentes do mundo chegando a 1.853.936 milhões SHU!

VICNIC-1313

O brasileiro Fábio Tuma desenvolveu a VICNIC-1313 através de sementes importadas de Carolina Reaper e Trinidad Scorpion Moruga. O método, realizado através de meiose, Fábio retirou um grão de pólen de uma espécie e inseriu no estigma de uma flor da outra espécie. O resultado foi o híbrido VICNIC-1313 que atingiu os 1.820.000 SHU, tornando-se a pimenta brasileira com mais pungência.

Pimenta Trinidad Scorpion Butch T

A Trinidad Scorpion Butch, assim como a Carolina Reaper, é uma pimenta híbrida criada a partir de um fruto originário de Trinidad e Tobago e desenvolvida na Austrália. De cor vermelha intensa e brilhante, sua aparência lembra muito a pimenta biquinho, porém maior. Mas não se deixe levar pelas aparências: a sua pungência ultrapassa os 1.463.700 milhões SHU!

Komodo Dragon Chilli Pepper

Originária do Reino Unido, a Komodo Dragon foi criada por Mike Smith, produtor de frutas no País de Gales, mas de acordo com suas declarações, sua intenção era apenas criar uma árvore de pimentas esteticamente agradável para participar de um famoso show, o Chelsea Flower, do Reino Unido. Enfim, a pimenta Komodo Dragon ultrapassa os 1.454.000 milhões SHU!

Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares: as mais fortes do mundo!Pimentas nucleares

Pimenta Naga Viper

A pimenta Naga Viper foi criada pelo agricultor inglês Gerald Fowler e é o resultado do cruzamento de três tipos de pimentas: a Trinidad Scorpion, a Brut Jolokia e a Naga Morich. De aparência alongada e de pele enrugada, a Naga Viper é considerada uma pimenta rara e uma “bomba” prestes a explodir na boca: 1.349.000 milhões SHU!

Pimenta Bhut Jolokia

Mais uma integrante do grupo das pimentas nucleares, a Bhut Jolokia, também conhecida como Ghost Chilli, Ghost Pepper, Naga Jolokia e Naga Morich, é originária do estado de Assam, na Índia. A pimenta obteve seu status de super pimenta em 2007 quando atingiu os 1.304.000 milhões SHU e se manteve assim por uns bons anos!

Pimenta Bedfordshire Super Naga

Criada pelo produtor de pimentas Salvatore Genovese, dono de um sítio em Bedfordshire, no leste da Inglaterra, a Bedfordshire Super Naga atingi os 1.120.000 milhões SHU e é bem difícil de ser encontrada. O agricultor faz questão de comercializa-las com um rótulo contendo as seguintes advertências: “Nunca tocá-la sem luvas!” e “A Pimenta Mais Quente”. É melhor fazer o que ele diz!

Pimenta Infinity Chilli

A Infinity Chili foi desenvolvida pelo britânico Nick Woods, em Grantham, no condado de Linconshire, no nordeste da Inglaterra. Woods tinha como hobby cozinhar molhos picantes o que o levou a desenvolver experiências com cruzamentos de diferentes tipos de pimenta. E, após cinco anos, nasceu a Infinity Chilli com seus 1.176.182 SHU!

Cuidados com as pimentas nucleares

Como vimos, as pimentas nucleares possuem uma pungência que arde só de olhar! Os especialistas recomendam a utilização de luvas e máscara durante o seu manuseio e cuidados até na forma de consumo.

Especialistas recomendam que as pimentas nucleares devam ser consumidas com bastante moderação e no caso de muita ardência, o ideal é tomar leite (jamais água que intensifica a sua ardência) ou consumir algum de seus derivados, como um pedaço de queijo. E aí? Vai encarar uma pimenta nuclear?

Compartilhe!

Comments are closed.