Pimenta fagara ou pimenta-chinesa geralmente é utilizada em pó

Compartilhe!

Uma das especiarias mais antigas e adoradas nos quatro cantos do mundo, a pimenta fagara vai muito além dos pratos e da culinária oriental.

Utilizada no preparo de condimentos asiáticos, com sabor e aroma únicos, é hora de você conhecer de perto a pimenta fagara. Além de suas origens, cultivo e conservação, venha aprender conosco o motivo de ela ser tão amada em receitas saborosas e fáceis.

Tudo sobre a pimenta fagara

Pertencente à família das rutáceas, a pimenta fagara compõe uma ordem que apresenta cerca de duas mil espécies e mais de cem gêneros. Com origem na província chinesa de Sichuan, ela acabou sendo muito comum nas receitas de culinária de países como:

  • Japão;
  • Tailândia;
  • Índia;
  • Tibet;
  • Nepal.

Apresentando nota três na escala de Scoville, ela tem as cores rosáceas e seus grãos são pretos. Após serem consumidas, é comum que suas bagas sejam torradas e moídas. A especiaria caiu no gosto dos ocidentais, sem falar de seu sabor picante.

Pimentas em Promoção na Amazon
Você deseja comprar boas pimentas e sem sair de casa? Nós recomendamos a Amazon.com.br. Clique no botão abaixo e confira as opções de Pimentas vendidas na maior loja virtual do Brasil.

Lembrando o aroma do limão, a pimenta fagara cai bem em pratos cozidos, saladas, pescados, frango e até mesmo conservas. Dessa forma, a culinária de Sichuan acabou virando uma das principais do país, garantindo um sabor marcante em cerca de mais de quatro pratos da culinária mundial.

Na região de origem, ela costuma estar presente em receitas à base de queijo de soja, molho com carne bovina, óleo picante e brotos de alho. Entretanto, os pedidos clássicos com a pimenta fagara são dan dan mien e frango xadrez.

Pimenta fagara

A variedade na medicina

Motivo de muitos quererem plantar e cultivar a pimenta, em relação ao seu uso medicinal, essa espécie anda sendo muito pesquisada. De acordo com estudos, a variedade pode apresentar muitas propriedades, entre elas, antimicrobianas e anti-inflamatórias. Sem contar que seus extratos são indicados para tratamentos de gengiva.

Como resultado e sem contraindicação aparente, milhares de pessoas andam mastigando a pimenta fagara a fim de fazer a limpeza dental. Em todo caso, vale lembrar que certos estudos ainda podem comprovar que ela ajuda no tratamento de câncer e malária.

Embora você sempre precise de orientação certa e de confiança para saber como essa pimenta pode ajudar a melhorar a sua saúde no dia a dia vale sempre a pena ficar por dentro de suas vantagens. Contudo, no quesito de seu uso medicinal, a nossa especiaria ainda precisa de muito mais pesquisa.

Cuidando e consumindo a pimenta fagara

Mesmo não sendo uma das pimentas mais picantes do mundo, os cuidados são básicos. Ou seja, para manter suas pimentinhas sempre saudáveis, mantenha o frasco sempre fechado e longe do calor, luz solar e umidade. Evite, assim, seu armazenamento perto de locais com janelas e fogão, respeitando sua validade.

Você ainda vai notar que a pimenta fagara não exige muito para durar mais. Afinal, você pode plantá-la até mesmo no seu quintal, tomando apenas cuidado para combater o inimigo da especiaria: a sombra. Por outro lado, ela resiste bem aos períodos de seca e de muita umidade.

Como resultado desse cuidado, você pode até ter uma colheita fraca nos primeiros anos.  Entretanto, com dez anos de vida, você consegue o melhor desempenho da planta.

Vale lembra que, além da fruta fresca, sua substância ativa, a capsaicina, pode ser encontrada em cápsula, para ser tomada diariamente e manter a saúde em dia.

Benefícios da pimenta

O certo é que, quanto maior o conteúdo de capsaicina, mais forte a ardência de uma pimenta. Assim como a substância está presente nas nervuras da casca e sementes, seus benefícios são devidos à sua presença.

Pimentas em Promoção na Amazon
Você deseja comprar boas pimentas e sem sair de casa? Nós recomendamos a Amazon.com.br. Clique no botão abaixo e confira as opções de Pimentas vendidas na maior loja virtual do Brasil.

Confira abaixo quais os grandes benefícios da pimenta e suas melhores ações para cuidar e proteger nosso organismo:

  • Melhora feridas e coceiras na pele nos casos de psoríase;
  • Alivia a congestão nasal;
  • Atua como antioxidante;
  • Alivia dores, liberando hormônios que dão a sensação de bem-estar e prazer;
  • Ajuda a prevenir o câncer e a alteração celular;
  • Estimula a digestão;
  • Age como anti-inflamatório;
  • Aumenta a libido;
  • Favorece a perda de peso;
  • Aumenta o metabolismo.

Pimenta fagara

Origem da receita dan dan mian

Para apimentar sua fome, vamos falar sobre um prato típico: o dan dan mian. A saber, esse é um macarrão com molho de pimenta fagara, originário da província de Sichuan. De acordo com a lenda, este prato foi criado por um vendedor ambulante no fim do século XIX.

A história diz que, para ele ganhar a vida, costumava carregar macarrões nos ombros, usando uma vara e gritando pelas ruas. Dessa forma, com um preço baixo e sabor delicioso, ele acabou ficando popular. O ambulante abriu seu restaurante, que expandiu e virou uma cadeia de restaurantes na província.

Receita de dan dan mian

Ingredientes

  • 150 g de carne moída;
  • Pitadas de coentro;
  • 400 g de macarrão chinês;
  • 3 colheres de sopa de molho de soja;
  • Alho bem picado;
  • Gengibre picadinho;
  • Uma porçãozinha de acelga;
  • 1 colher de sopa de óleo de amendoim;
  • Alho poró picadinho;
  • Sal a gosto;
  • Vinagre a gosto;
  • 3 colheres de sopa com a pasta da semente de gergelim;
  • 1 colher de chá de vinho de mesa;
  • 2 g de pimenta fagara em pó;
  • Pimentas vermelhas secas.

O preparo da receita com pimenta fagara

Primeiro, jogue na frigideira o óleo de amendoim, aquecendo-a em fogo médio. Em seguida, adicione o gengibre, os ingredientes picados e o alho poró. Depois, mexa bem. A seguir, junte pimenta em pó, sal, carne moída e acelga, deixando uma fritura por cerca de quatro a seis cinco minutos.

Coloque o vinho na frigideira junto ao vinagre e o molho de soja. Se preferir, você também pode colocar quatro colheres de caldo de carne para que o prato fique ainda mais saboroso. Antes de retirar, coloque a pasta de semente de gergelim e a pimenta fagara em pó, fritando por mais uns quatro minutos.

Em outra panela, cozinhe o macarrão em água fervente. Em seguida, você coloca o macarrão já cozido numa tigela, juntando os ingredientes já prontos e mexendo tudo muito bem. Assim, para fechar, acrescente o coentro e sirva.

Uma dica especial para você que não curte pratos muito apimentados: basta aproveitar nossa receita com menos pimenta fagara. Dessa forma, mesmo que o sabor não seja como o original, o resultado ainda será delicioso.

Compartilhe!

Pimentas em Promoção na Amazon





Comments are closed.