Pimenta Dedo de Moça: benefícios e como usar

Compartilhe!

Pimenta dedo de moça

Você é um amante de pimentas e quer saber mais sobre a pimenta dedo de moça? Saiba que não é só você.

Esta é uma das pimentas mais populares no Brasil. Embora o nosso país não seja lá aquele em que mais se come pimenta, a dedo de moça conseguiu conquistar o consumidor e se consolidar nos pratos. Por isso, iremos apresentá-lo neste artigo aos benefícios desta pimenta e como você pode utilizá-la no seu dia a dia.

Benefícios da pimenta Dedo de Moça

O sabor dela é irresistível para muita gente. Mas e quanto aos benefícios, quais são? Será que a pimenta dedo de moça faz bem para a saúde?

Veja também – Pimenta faz mal à saúde: mito ou verdade?

De antemão, podemos adiantar que sim, faz muito bem. Ela atua em diversas áreas do corpo, possibilitando ganhos de saúde de diversas formas. Selecionamos alguns dos principais:

1. Ela é antioxidante

As pimentas em geral contêm uma substância que se chama capsaicina. É isso, aliás, que dá aquele sabor ardente a elas.

Essa substância tem diversas ações, entra elas, a antioxidante. Isso ajuda a prevenir o envelhecimento precoce, doenças cardíacas (até mesmo protege contra o AVC e diminui a formação de coágulos), diabetes do tipo 2 e até mesmo alguns tipos de câncer.

2. Ajuda a prevenir tipos de câncer, diabetes e a controlar o colesterol

Complementando o que dissemos acima, na parte antioxidante, há ainda outros nutrientes que reforçam esse caráter preventivo da pimenta dedo de moça.

Veja também – Pimenta biquinho: benefícios e como plantar

A capsaicina controla os níveis de glicose (açúcar) e de insulina (que reage ao açúcar no organismo), fazendo com que eles não tenham picos. Como resultado, isso auxilia no controle da diabetes tipo 2 e até mesmo contra alguns tipos de câncer, especialmente no sistema digestivo. Além disso, ela possui outras propriedades que atuam no famoso colesterol bom.

3. Tem vitamina A, vitamina C e vitamina E

Essas três vitaminas têm uma atuação voltada para neutralizar os radicais livres. Quando ausentes esses nutrientes, nossa pele sofre com rugas, flacidez na pele, etc. Além do mais, essas vitaminas fornecem hidratação.

4. Possui ação anti-inflamatória

Pimenta dedo-de-moça

A mesma capsaicina, que citamos no primeiro item, tem mais um benefício. Ela fornece um efeito anti-inflamatório. Isso significa que se existe um processo inflamatório no seu corpo, este alimento pode ajudá-lo a reagir e voltar à normalidade.

5. Bom contra a depressão

Quando alguém tem depressão, significa que há, no cérebro, um desequilíbrio em alguns processos químicos. Isso leva, sobretudo, a uma baixa na produção de neurotransmissores, principalmente a noradrenalina, a dopamina e a serotonina.

Veja também – Moedor de Pimenta: tipos e como escolher

A pimenta ajuda o organismo a criar esses neurotransmissores. Isso significa que a pimenta fornece o material necessário para que o nosso corpo trabalhe e crie de volta isso que pode estar faltando.

É claro que para diagnosticar e tratar a depressão é fundamental a presença de um médico. Isso não quer dizer, no entanto, que você não pode ter uma alimentação mais saudável com o objetivo de ajudar o seu corpo a reagir.

6. Ajuda a perder peso

Se você está procurando emagrecer e adora esta pimenta, pode ficar tranquilo. São vários os fatores pelos quais ela é indicada.

Em primeiro lugar, ela tem baixas calorias, o que significa que você não precisa ter tanto peso na consciência ao comer (mas é claro, não exagere). Em segundo lugar, ela ajuda a acelerar o seu metabolismo. É comprovado cientificamente que aumentar a velocidade do metabolismo ajuda a emagrecer, pois o corpo consume gordura e produz mais energia.

Veja também – Pimenta emagrece? Entenda os benefícios para a boa forma!

Além disso, em terceiro lugar, ela eleva a temperatura do seu corpo, o que ajuda a aumentar o gasto de calorias – é conhecida como um dos termogênicos naturais por este motivo. Ela também é rica em fibras, em quinto lugar, o que dá sensação de saciedade por mais tempo.

Já por fim, em sexto e último lugar, aumenta a salivação, faz com que o corpo libere mais secreção gástrica no estômago e, com isso, ajuda a deixar a digestão mais fácil. Quanta coisa!

Como usar?

Como temos visto, a pimenta dedo de moça possui uma série de benefícios. A capsaicina, componente presente em maior ou menor grau em cada tipo de pimenta, é um dos grandes responsáveis por isso.

Agora a questão é outra: como adaptá-la ao cardápio? Principalmente na região Norte e Nordeste, é mais comum o consumo de pimentas. No entanto, no Sul e no Sudeste, onde é mais comum de encontrá-la, muita gente não sabe como encaixá-la nos pratos. Apesar disso, ela combina com diversos pratos:

  • Saladas
  • Frutos do mar
  • Molhos
  • Carnes em geral (principalmente, a bovina e a de aves)

Para usá-la nesses pratos, pode ser adaptada conforme o gosto do cozinheiro. Pode ser colocada fresca, desidratada, em conserva, moída e líquida como ingrediente daquele prato saboroso. Veja esses dois exemplos de receitas fáceis:

Guacamole

Quem vai em restaurantes mexicanos, com certeza adora esse tempero. Veja como fazê-lo com a pimenta dedo de moça:

Ingredientes:

  • 1 pimenta dedo de moça
  • 1 pitada de sal
  • 1 limão (suco)
  • 1 abacate (descascado)
  • 1 cebola
  • 2 tomates
  • 1/4 de coentro (picado)

Como fazer

Amasse o abacate e vá pondo o suco de limão. Pique e coloque os temperos e mexa até ficar homogêneo. Simples!

Pimenta dedo de moça em conserva

Se você prefere ela mais simples à mesa, também é bem fácil. É fundamental ter bastante higiene e, antes de tudo, esterilizar o pote de vidro que irá utilizar.

Ingredientes:

  • Pimenta dedo-de-moça (500g, picada)
  • Orégano
  • 6 grãos de pimenta do reino
  • sal (5g)
  • vinagre branco (500ml)
  • 2 ramos de alecrim
  • 4 dentes de alho (picados)
  • 1 cebola (cortada em pétalas)
  • Orégano

Como fazer

Vá fazendo camadas utilizando a pimenta dedo de moça, a cebola e o alho, de forma intercalada. Arrume um lugarzinho para colocar também o alecrim, a pimenta do reino e os outros ingredientes.

Coloque uma quantidade de vinagre que cubra tudo. Agite bem para misturar e deixe guardado. O sabor vai ficar mais forte com o passar do tempo. Aguarde pelo menos alguns dias para abrir.

Com esses dois exemplos de receitas, você vai ter sucesso na hora de utilizar esta pimenta. Você pode ir além acrescentando a novos pratos ou procurando outros. Usar a criatividade vale muito. Comendo esta pimenta, você poderá usufruir dos seus benefícios à saúde.


Compartilhe!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *